Para Onde o Vento Me Levar... Vou VOANDO...

Sexta-feira, 12 de Outubro de 2007
Quando é que se sabe...

... que realmente estamos nas entranhas da vivência duma cidade?

 

Quando se entra no metro de manhã, se olha à volta e se reconhece um rosto e se pensa "já fiz esta viagem com esta personagem mais vezes!!".

 

Quando se vai ao super e a senhora da caixa animadamente conversa com um rapaz e depois solta um "ah!" olhando com uma certa e determinada cumplicidade na minha direcção! E nem entendi do que raio eles falavam, quanto mais a conversa. Nada como sorrir nestas situações...

 

Quando já se pensa "hum, qual o caminho mais rápido para chegar à Libertatii Blvd?!"

 

Quando QUASE todos os dias me pedem informações no metro... mesmo estando eu de fones nos ouvidos a curtir uma musiquinha!!

 

Quando as filas, que perturbam o fluxo das pessoas nas estações de metro, para os fornettis e para as patisseries deixam de surpreender, principalmente à hora do pequeno-almoço.

 

Quando perguntas "então almoça-se?" e do outro lado respondem "sim, pipocas com fanta!".

 

Quando te apercebes que trocas os artigos numa frase - por mais pequena que seja, do género "doi spresso scurto" em vez de "doa spresso scurto"!

 

Quando aconchegas aquele lugarzinho onde se gosta de passar umas tardes "ah e tal, vamos ao Chocolat?!" e "Onde almoçamos hoje??! French Bakery ou Edgar's Pub?!"

 

Quando a vizinha do andar de baixo (que por acaso é uma das vizinhas mais simpáticas!) te vê a chegar, sorri e diz "Buna sera!" e quando o administrador do prédio (que é um senhor com uma certa idade) já te reconhece e diz "Hai hai!".


E o Outono cai em Bucareste... e ela vai ficando cada vez mais cinzenta... outra vez!


espelho-me: i dunno!
pautas: Mercedes Benz by Janis Joplin

Sangrado por Vlada às 17:44
link do post | Morde! | Dentadinhas (6) | favorito

Quarta-feira, 10 de Outubro de 2007
Freira arrependida...

... procura quem lhe ensine o caminho da perdição!

Foi com este argumente que finalmente convenci o Zezescu a passar a noite de sábado e a madrugada de domingo no Embryo!

Saímos de casa rumo ao centro nerválgico de Bucareste... galhofando e gargalhando... de plano já traçado:

paragem no Yellow Bar para uma ou duas caldeiradas;

procurar a sanidade mental com Khidja no bar... perdão na pista do Embryo...

 

Trocámos o Yellow Bar pelo Edgar's Pub, onde nos embrenhámos em discussões profundas que iam desde o estado das casas-de-banho até ao estado do mundo.

Saímos para a noite fria... rumo ao Embryo... onde o barman se lembrava que o Zezescu (apesar do nome enganar) é português e nos ofereceu uma rodada de gin tónico e onde alguém resolveu escolher da lista um cocktail com hortelã-pimenta...

 

 

Chegamos a casa entre as 4h e as 5h... impossível precisar... 

É este o resultado do arrependimento da Freirinha!

 

 


espelho-me: embryo mood!
pautas: Love One Another by Khidja

Sangrado por Vlada às 13:57
link do post | Morde! | Dentadinhas (4) | favorito

Sobre Vlada
To put meaning in one's life may end in madness,
But life without meaning is the torture Of restlessness and vague desire - It is a boat longing for the sea and yet afraid. By Edgar Lee Masters
Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Soft Moments
free music
moonlight...
CURRENT MOON
Últimos escritos

Quando é que se sabe...

Freira arrependida...

Não faças um rascunho da vida,
podes não ter tempo de a passar a limpo...
On my MP3
Pergaminhos

Outubro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

In my movie box
Rain, Snow or Sun?!?
WeatherReports.com
How many Eyes?
   
For my Friends...
To Suhl
Clica-me

todas as tags

Mordidelas Interessantes
procuras algo?
 
subscrever feeds