Para Onde o Vento Me Levar... Vou VOANDO...

Sexta-feira, 12 de Outubro de 2007
Quando é que se sabe...

... que realmente estamos nas entranhas da vivência duma cidade?

 

Quando se entra no metro de manhã, se olha à volta e se reconhece um rosto e se pensa "já fiz esta viagem com esta personagem mais vezes!!".

 

Quando se vai ao super e a senhora da caixa animadamente conversa com um rapaz e depois solta um "ah!" olhando com uma certa e determinada cumplicidade na minha direcção! E nem entendi do que raio eles falavam, quanto mais a conversa. Nada como sorrir nestas situações...

 

Quando já se pensa "hum, qual o caminho mais rápido para chegar à Libertatii Blvd?!"

 

Quando QUASE todos os dias me pedem informações no metro... mesmo estando eu de fones nos ouvidos a curtir uma musiquinha!!

 

Quando as filas, que perturbam o fluxo das pessoas nas estações de metro, para os fornettis e para as patisseries deixam de surpreender, principalmente à hora do pequeno-almoço.

 

Quando perguntas "então almoça-se?" e do outro lado respondem "sim, pipocas com fanta!".

 

Quando te apercebes que trocas os artigos numa frase - por mais pequena que seja, do género "doi spresso scurto" em vez de "doa spresso scurto"!

 

Quando aconchegas aquele lugarzinho onde se gosta de passar umas tardes "ah e tal, vamos ao Chocolat?!" e "Onde almoçamos hoje??! French Bakery ou Edgar's Pub?!"

 

Quando a vizinha do andar de baixo (que por acaso é uma das vizinhas mais simpáticas!) te vê a chegar, sorri e diz "Buna sera!" e quando o administrador do prédio (que é um senhor com uma certa idade) já te reconhece e diz "Hai hai!".


E o Outono cai em Bucareste... e ela vai ficando cada vez mais cinzenta... outra vez!


espelho-me: i dunno!
pautas: Mercedes Benz by Janis Joplin

Sangrado por Vlada às 17:44
link do post | Morde! | Dentadinhas (6) | favorito

Quarta-feira, 10 de Outubro de 2007
Freira arrependida...

... procura quem lhe ensine o caminho da perdição!

Foi com este argumente que finalmente convenci o Zezescu a passar a noite de sábado e a madrugada de domingo no Embryo!

Saímos de casa rumo ao centro nerválgico de Bucareste... galhofando e gargalhando... de plano já traçado:

paragem no Yellow Bar para uma ou duas caldeiradas;

procurar a sanidade mental com Khidja no bar... perdão na pista do Embryo...

 

Trocámos o Yellow Bar pelo Edgar's Pub, onde nos embrenhámos em discussões profundas que iam desde o estado das casas-de-banho até ao estado do mundo.

Saímos para a noite fria... rumo ao Embryo... onde o barman se lembrava que o Zezescu (apesar do nome enganar) é português e nos ofereceu uma rodada de gin tónico e onde alguém resolveu escolher da lista um cocktail com hortelã-pimenta...

 

 

Chegamos a casa entre as 4h e as 5h... impossível precisar... 

É este o resultado do arrependimento da Freirinha!

 

 


espelho-me: embryo mood!
pautas: Love One Another by Khidja

Sangrado por Vlada às 13:57
link do post | Morde! | Dentadinhas (4) | favorito

Sobre Vlada
To put meaning in one's life may end in madness,
But life without meaning is the torture Of restlessness and vague desire - It is a boat longing for the sea and yet afraid. By Edgar Lee Masters
Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Últimos escritos

Quando é que se sabe...

Freira arrependida...

Não faças um rascunho da vida,
podes não ter tempo de a passar a limpo...
Pergaminhos

Outubro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Clica-me

todas as tags

Mordidelas Interessantes
procuras algo?
 
subscrever feeds