Para Onde o Vento Me Levar... Vou VOANDO...

Sexta-feira, 14 de Setembro de 2007
Este caminho...

 

Este caminho que percorro,
E não conheço;
Este caminho acidentado
Que não sei porque mereço.
Percorro-o não sabendo para onde vou,
Percorro-o não sabendo bem quem sou.
Não sei onde me levará,
Não sei onde acabará.
O que faço?
Estou perdido como sempre
Porque nesta estrada da vida
Não posso voltar atrás,
Tenho medo de ir em frente.
Mas o mais triste desta viagem
É ter de a percorrer sozinho....

By Alexander O´Neill


Psiu, vou-te contar um segredo... nunca mais vais ter que percorrer esta viagem sozinha, porque mesmo não sabendo para onde vamos, estarei sempre contigo e sempre por aqui, independentemente de qualquer "acidente" que o percurso nos reserve!

 


espelho-me: saudosa
pautas: Sukkubus Incubus

Sangrado por Vlada às 16:14
link do post | Morde! | favorito

Domingo, 26 de Agosto de 2007
To my shining star...

... who I miss so much.

(I went to Sighişoara and saw these beautiful purple flowers just lying peacefully and I remembered you)

I HAVE studied many times

The marble which was chiseled for me—

A boat with a furled sail at rest in a harbor.

In truth it pictures not my destination

But my life.

For love was offered me and I shrank from its disillusionment;

Sorrow knocked at my door, but I was afraid;

Ambition called to me, but I dreaded the chances.

Yet all the while I hungered for meaning in my life.

And now I know that we must lift the sail

And catch the winds of destiny

Wherever they drive the boat.

To put meaning in one’s life may end in madness,

But life without meaning is the torture

Of restlessness and vague desire—

It is a boat longing for the sea and yet afraid.

George Gray by Edgar Lee Masters


espelho-me: Catching the winds with you Li
pautas: Breathe me by Sia

Sangrado por Vlada às 22:21
link do post | Morde! | Dentadinhas (1) | favorito

Sexta-feira, 27 de Julho de 2007
By the Candle Light

Wild nights! -- wild nights!

Wild nights -- Wild nights!

Were I with thee

Wild night should be

Our luxury!

Futile the winds

to a heart in port --

Done with a compass,

Done with the chart!

Rowing in Eden --

Ah, the sea!

Might I moor, tonight,

In thee!

Emily Dickinson - 1861



Sangrado por Vlada às 12:41
link do post | Morde! | favorito

Terça-feira, 10 de Julho de 2007
Somn by Lucian Blaga

 A estas horas... nada melhor que um poema cujo título é Sono!

 

Sono Somn
Noite inteira. Bailam estelas na reiva.
Retiram-se no bosque e nas grutas as sendas,
o capricórnio se cala.
Mochos pardos se pousam como urnas nos abetos.
Na obscuridade sem testemunhas
tranquilizam-se as aves, o sangue, o país
e as aventuras nas quais sempre se recai.

Nas brisas permanece uma alma
sem hoje,
sem ontem.
Com surdos rumores entre as árvores
erguem-se séculos ardentes.
Em sono o meu sangue, igual a uma onda,
regressa de mim
para trás, em meus pais.

Noapte întreagă. Dăntuiesc stele în iarbă.
Se retrag în pădure şi-n peşteri potecile,
gornicul nu mai vorbeşte.
Buhe şure s-aşază ca urne pe brazi.
În întunericul fără de martori
se liniştesc păsări, sânge, ţară
şi aventuri în cari veşnic recazi.


Dăinuie un suflet în adieri,
fără azi,
fără ieri.
Cu zvonuri surde prin arbori
se ridică veacuri fierbinţi.
În somn sângele meu ca un val
se trage din mine
înapoi în părinţi.

Lucian Blaga foi poeta, escritor de peças teatrais, filósofo e romeno... A descobrir...

(9 de Maio de 1985 - 6 de Maio de 1961)


espelho-me: fading away

Sangrado por Vlada às 23:36
link do post | Morde! | favorito

Quinta-feira, 5 de Julho de 2007
Procura-se um amigo

Não precisa ser homem, basta ser humano, basta ter sentimentos, basta ter coração. Precisa saber falar e calar, sobretudo saber ouvir. Tem que gostar de poesia, de madrugada, de pássaro, de sol, da lua, do canto, dos ventos e das canções da brisa. Deve ter amor, um grande amor por alguém, ou então sentir falta de não ter esse amor.. Deve amar o próximo e respeitar a dor que os passantes levam consigo. Deve guardar segredo sem se sacrificar.

Não é preciso que seja de primeira mão, nem é imprescindível que seja de segunda mão. Pode já ter sido enganado, pois todos os amigos são enganados. Não é preciso que seja puro, nem que seja todo impuro, mas não deve ser vulgar. Deve ter um ideal e medo de perdê-lo e, no caso de assim não ser, deve sentir o grande vácuo que isso deixa. Tem que ter ressonâncias humanas, seu principal objetivo deve ser o de amigo. Deve sentir pena das pessoa tristes e compreender o imenso vazio dos solitários. Deve gostar de crianças e lastimar as que não puderam nascer.

Procura-se um amigo para gostar dos mesmos gostos, que se comova, quando chamado de amigo. Que saiba conversar de coisas simples, de orvalhos, de grandes chuvas e das recordações de infância. Precisa-se de um amigo para não se enlouquecer, para contar o que se viu de belo e triste durante o dia, dos anseios e das realizações, dos sonhos e da realidade. Deve gostar de ruas desertas, de poças de água e de caminhos molhados, de beira de estrada, de mato depois da chuva, de se deitar no capim.

Precisa-se de um amigo que diga que vale a pena viver, não porque a vida é bela, mas porque já se tem um amigo. Precisa-se de um amigo para se parar de chorar. Para não se viver debruçado no passado em busca de memórias perdidas. Que nos bata nos ombros sorrindo ou chorando, mas que nos chame de amigo, para ter-se a consciência de que ainda se vive.

by Vinicius de Moraes


espelho-me: serena e feliz
pautas: Joe Cocker - With a Little Help of my Friends
Clica-me: ,

Sangrado por Vlada às 20:50
link do post | Morde! | Dentadinhas (1) | favorito

Sobre Vlada
To put meaning in one's life may end in madness,
But life without meaning is the torture Of restlessness and vague desire - It is a boat longing for the sea and yet afraid. By Edgar Lee Masters
Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Soft Moments
free music
moonlight...
CURRENT MOON
Últimos escritos

Este caminho...

To my shining star...

By the Candle Light

Somn by Lucian Blaga

Procura-se um amigo

Não faças um rascunho da vida,
podes não ter tempo de a passar a limpo...
On my MP3
Pergaminhos

Outubro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

In my movie box
Rain, Snow or Sun?!?
WeatherReports.com
How many Eyes?
   
For my Friends...
To Suhl
Clica-me

todas as tags

Mordidelas Interessantes
procuras algo?
 
subscrever feeds